GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Último levantamento do índice de infestação de dengue do ano é divulgado

Saúde

Último levantamento do índice de infestação de dengue do ano é divulgado

O objetivo do levantamento é identificar os criadouros predominantes e a situação de infestação no município O resultado do último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, em Garanhuns, foi divulgado. O percentual, que refere-se...

Publicado em

O objetivo do levantamento é identificar os criadouros predominantes e a situação de infestação no município

O resultado do último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, em Garanhuns, foi divulgado. O percentual, que refere-se às casas que apresentaram larvas do mosquito responsável pela transmissão da dengue e febre chikungunya, aumentou 1,8% em seu índice geral, que totaliza 7,5%. O objetivo do levantamento é identificar os criadouros predominantes e a situação de infestação no município, permitindo o direcionamento das ações de controle para as áreas mais críticas. A ação é realizada Programa Municipal de Combate à Dengue de Garanhuns.

Apesar do aumento do índice na maior parte das localidades do município, alguns bairros apresentaram uma diminuição. Na Vila Lacerdópolis, por exemplo, o índice estava em 5,3% e agora reduziu para 4,1%. Na Cohab III, onde o último índice estava em 9,6%, houve diminuição para 8,2%. Já na Cohab II o índice aumentou de 6,6% para 12,2%. Outra localidade onde também houve um registro de aumento no índice foi no bairro São José, que estava em 3,8% e aumentou para 7,0%.

Um dos coordenadores do Programa Municipal de Controle da Dengue, Cilene Espinhara, pede que a população reforce a atenção e os cuidados para combater o mosquito. “O apoio da população continua sendo um dos pontos mais importantes quando falamos de combate à dengue. Essa parceria com a sociedade é fundamental nessa luta, por isso mantenha o seu quintal limpo, e não junte objetos que possam acumular água”, reforça. A coordenadora afirma ainda que não é suficiente a promoção das ações, se a população não fizer sua parte, combatendo o mosquito, uma vez que de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado mais de 90% dos focos estão dentro dos próprios domicílios.

Em Garanhuns, ao todo, 58.902 imóveis que são visitados pelos agentes de endemias do município, com a meta de visita cumprida a cada dois meses, quando é divulgado um novo levantamento. Até o dia 10 deste mês, 1.400 casos suspeitos de dengue foram notificados, dos quais 123 foram confirmados.

O Programa Municipal de Controle da Dengue informa à população que o larvicida de combate ao mosquito já chegou e está sendo utilizado nas visitas domiciliares, onde, paralelamente, as ações educativas continuam sendo realizadas.


Texto e foto: Ruthe Santana
Edição de texto: Cloves Teodorico
Informações para a imprensa:
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste