GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Secretaria de Saúde de Garanhuns aplicou mais de 11 mil vacinas em dois meses

Saúde

Secretaria de Saúde de Garanhuns aplicou mais de 11 mil vacinas em dois meses

Iniciativa é realizada em 37 Unidades Básicas de Saúde e faz parte do Programa Nacional de Imunização por EDMÉA UBIRAJARA com GABRIELA RAMOS 27 de março de 2017 De acordo com relatório divulgado recentemente pela Secretaria de Saúde de Garanhuns,...

Publicado em

Iniciativa é realizada em 37 Unidades Básicas de Saúde e faz parte do Programa Nacional de Imunização

por EDMÉA UBIRAJARA
com GABRIELA RAMOS
27 de março de 2017

De acordo com relatório divulgado recentemente pela Secretaria de Saúde de Garanhuns, foram aplicadas 11.621 doses de vacinas durante os meses de janeiro e fevereiro deste ano. O número faz parte das estatísticas do Programa Nacional de Imunização (PNI), que está vinculado aos setores de Atenção Básica e Epidemiologia da Secretaria. As vacinas foram distribuídas em 37 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e salas de vacina, que funcionam em hospitais, além da realização de eventos específicos.

Entre os 21 tipos de vacinas aplicadas estão a BCG (frequentemente administrada para prevenção da tuberculose), Febre Amarela, Anti Rábica, Hepatites A e B, Antitetânica e HPV – previne contra infecções provocadas pelo vírus do papiloma humano, causador de verruga genital e de vários tipos de câncer, como o câncer cervical, mais conhecido como câncer de colo do útero. “Quem possui o cartão, deve conservá-lo sempre atualizado, já aqueles que não possuem mais o documento deverão recomeçar o calendário vacinal”, orienta Luciana Andrade, coordenadora do PNI em Garanhuns.

A próxima campanha nacional será realizada de 17 de abril a 19 de maio. Em Garanhuns, o 6 de maio foi escolhido como o Dia D contra a influenza, data em que haverá grande mobilização. A vacina deve ser aplicada em grupos de indivíduos de 6 meses a menores de 5 anos de idade, maiores de 60 anos, puérperas, povos indígenas e portadores de doenças crônicas. Também serão imunizados professores do ensino básico e superior das escolas públicas ou privadas, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. A meta é vacinar 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

O PROGRAMA – O Programa Nacional de Imunização (PNI) foi criado em 1973, com a função de administrar vacinas que previnem doenças transmissíveis. O PNI controla e faz a distribuição dos imunobiológicos no município, para que a população possa ser imunizada contra doenças transmissíveis. No calendário de 2017, o PNI possui ações voltadas à essa imunização, como a introdução à vacina de combate ao vírus do Papiloma Humano (HPV) a meninos, de 11 a 13 anos, e a de Meningo C, que combate a meningite, em crianças da mesma faixa etária.

Foto: Eduarda Vasconcelos/Secom PMG

Redimensionar Fonte
Contraste