GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Residência médica: evento recepciona profissionais da saúde em Garanhuns

Saúde

Residência médica: evento recepciona profissionais da saúde em Garanhuns

A equipe multidisciplinar está atuando em 10 especialidades, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do sítio Estivas Um evento de acolhimento foi realizado, na tarde desta segunda-feira (11), para recepcionar os 10 profissionais da primeira residência multiprofissional, do Brasil, em...

Publicado em

A equipe multidisciplinar está atuando em 10 especialidades, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do sítio Estivas

Um evento de acolhimento foi realizado, na tarde desta segunda-feira (11), para recepcionar os 10 profissionais da primeira residência multiprofissional, do Brasil, em Saúde da Família com ênfase em Saúde da População do Campo, que é em Garanhuns. Os profissionais de saúde estão atuando desde a última quarta-feira (06), no sítio Estivas, nas especialidades de educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia, serviço social e terapia ocupacional.

Este programa em Garanhuns, que é o primeiro do Brasil nesta modalidade, visa superar a invisibilidade e negligência histórica da saúde da população do campo. No encontro de hoje, foi apresentado, aos profissionais, a rede de atenção à saúde de Garanhuns, os serviços de saúde e como eles se articulam, como é a cobertura da Atenção Básica no município, como funcionam as articulações de rede e quais são os programa de saúde, existentes no município. A residência em Garanhuns irá, além de oportunizar uma qualificação profissional aos residentes, beneficiará a população rural do município, visto que essa é a parte da população que possuem um déficit maior na área da saúde.

A Unidade Básica de Saúde (UBS) do sítio Estivas, o qual está sendo beneficiado com os novos profissionais, atende mais de 700 famílias. Uma das coordenadoras da Atenção Básica, Fabíola Lins, fala sobre a residência. “Além de ser zona rural, onde o acesso aos serviços de saúde é mais difícil, ter profissionais trabalhando mais próximo dessa população, beneficiará na identificação das situações de saúde e irá potencializar, propor e implementar a resolução dos problemas de saúde. O programa é uma formação de pós-graduação para estes profissionais.

O programa é coordenado pela Universidade de Pernambuco (UPE) Campus Garanhuns, em parceria com a Secretaria de Saúde de Garanhuns, com o apoio do Campus Recife, em parceria com o movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento Quilombola, Coletivo de Saúde no Campo, Escola do Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE) e Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF). A formação pretende consolidar a compreensão dos processos de transformações sociais, comprometidos com a qualidade de vida dessa população. A residência nessas comunidades será uma forma de confrontar a desigualdade social, na atenção a saúde.


Texto e fotos: Ruthe Santana
Edição de texto: Cloves Teodorico
Informações para a imprensa:
(Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste