GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Quinto ciclo do índice de dengue de Garanhuns apresenta queda de 0,9%

Saúde

Quinto ciclo do índice de dengue de Garanhuns apresenta queda de 0,9%

Novo levantamento mostra queda de 6,6% para 5,7% O quinto ciclo deste ano do Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de Garanhuns foi divulgado hoje (17). O percentual, que refere-se às casas que apresentaram larvas do...

Novo levantamento mostra queda de 6,6% para 5,7%

O quinto ciclo deste ano do Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de Garanhuns foi divulgado hoje (17). O percentual, que refere-se às casas que apresentaram larvas do mosquito Aedes Aegypyti, responsável pela transmissão da dengue e febre chikungunya, caiu de 6,6% para 5,7%. O levantamento é realizado pelo Programa Municipal de Combate à Dengue de Garanhuns, com o objetivo identificar os criadouros predominantes e a situação de infestação no município, permitindo o direcionamento das ações de controle para as áreas mais críticas.

O percentual geral registrou uma diminuição de 0,9% em relação ao ciclo anterior. No Magano, por exemplo, o índice estava em 9.3% e caiu para 5,3%. No Manoel Xéu, o índice estava em 7,8% e, agora, reduziu para 0,0%. No bairro São José, o ciclo anterior registrou um índice de 5,5% e neste levantamento caiu para 3,8%. Porém, apesar da maioria das localidades terem apresentado um índice menor, alguns locais de Garanhuns registraram um aumento. Na Brasília, que estava com um índice de 4,8%, subiu para 6,7%. Outra localidade que registrou um índice mais alto foi a Vila do Quartel, que estava em 8,7% e agora está com 9,1%.

Um dos coordenadores do Programa Municipal de Controle da Dengue, Anilson Leite, reforça os cuidados que a população deve ter para combater o mosquito da dengue. “O apoio da população é fundamental nessa luta, por isso mantenha o seu quintal limpo, nem junte objetos que possam acumular água”, diz. O coordenador ainda enfatizou que mais de 90% dos focos do mosquito estão dentro dos domicílios. Em Garanhuns, ao todo, são 58.902 imóveis que são visitados pelos agentes de endemias do município, com a meta de visita cumprida a cada dois meses, quando é divulgado um novo levantamento.

O Programa Municipal de Controle da Dengue alerta toda população de Garanhuns a reforçar os cuidados para evitar e eliminar os focos do mosquito da dengue, pois devido a um problema de transportação, o Ministério da Saúde (MS) não distribuiu o larvicida, que combate o mosquito, aos municípios. Devido a esse problema, serão adotados métodos alternativos e as ações educativas serão intensificadas. De acordo com a Vigilância Epidemiológica Municipal, até ontem (16), em Garanhuns, 1.432 casos foram notificados como suspeita de dengue, dentre os quais 121 foram confirmados.

Quinto ciclo do índice de dengue de Garanhuns apresenta queda de 0,9%


Texto: Ruthe Santana
Edição de texto: Cloves Teodorico
Fotos: Arquivo Secom
Informações para a imprensa:
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste