GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Educação Projeto “Visão para Todos” iniciou hoje (29) em Garanhuns

Educação

Projeto “Visão para Todos” iniciou hoje (29) em Garanhuns

900 pessoas, que sofrem de baixa visão ou cegueira, serão beneficiadas O projeto SighFirts – Visão para Todos – “Caminhando com autonomia, independência e desenvolvimento”, que irá beneficiar 900 pessoas que sofrem de baixa visão ou cegueira, iniciou hoje (29), em Garanhuns....

Publicado em

900 pessoas, que sofrem de baixa visão ou cegueira, serão beneficiadas

O projeto SighFirts – Visão para Todos – “Caminhando com autonomia, independência e desenvolvimento”, que irá beneficiar 900 pessoas que sofrem de baixa visão ou cegueira, iniciou hoje (29), em Garanhuns. A iniciativa é da Fundação Altino Ventura, em parceria com o Lions Internacional, Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Educação e Esportes. O projeto, que irá alcançar 12 cidades de Pernambuco, segue, em Garanhuns, até o dia 2 de julho.

O objetivo do projeto é ampliar os serviços de baixa visão e cegueira para crianças, a partir de 6 anos, e para adultos em qualquer idade. O assistente social da Fundação Altino Ventura, André Cavalcante, fala sobre a relevância do projeto para Garanhuns. “As pesquisas indicam que 4% da população está acometida de cegueira ou baixa visão. Então, além de estarmos atendendo essas pessoas, estaremos identificando pessoas com outros problemas de visão e as encaminhando para o atendimento adequado. É uma oportunidade ímpar para essas pessoas”, comenta o profissional.

A garanhuense Joyce Pessoa acompanhou o seu pai de 88 anos de idade para ser atendido nesta segunda-feira pela manhã. “Meu pai acabou de ser atendido e foi identificado com glaucoma e catarata. Por ele não se enquadrar nesses problemas de cegueira ou baixa visão, ele foi encaminhado para o serviço adequado ao problema dele. O bom é que estamos tendo essa oportunidade de uma forma bem mais rápida”, afirmou.

Uma das coordenadoras da Atenção Básica, Cleide Santos, afirma que esse projeto é uma ampliação dos serviços para as pessoas que sofrem com problemas de visão. “É uma grande oportunidade para esses pacientes, que por meio desse projeto receberão assistência, reabilitação, inclusão e concessão de órteses, por exemplo, de acordo com o problema identificado”, destaca.

Agentes de saúde, enfermeiros e professores da Rede Municipal de Ensino foram capacitados para identificar a situação de baixa visão e cegueira nos garanhuenses. Após essa triagem, as pessoas identificadas, passarão pela primeira etapa do projeto, que será o atendimento oftalmológico, e a partir disso, serão encaminhadas para um atendimento especializado. Posteriormente, as pessoas serão encaminhadas para um processo de aprendizagem de independência para o seu dia-a-dia, e receberão muletas, bengalas, lupas, entre outros aparelhos, de acordo com a sua necessidade.

O atendimento está sendo realizado no Centro Especializado de Saúde da Mulher e da Criança (Cesmuc), localizado na rua Simôa Gomes, n°345, ao lado da base do SAMU, das 7h às 17h. Para ser atendido, é imprescindível estar munido das xerox de CPF, RG, comprovante de residência e cartão do SUS. Para outras informações, entrar em contato com o Cesmuc por meio do telefone (87) 3762-0768. As inscrições podem ser feitas nas 35 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), com agendamento prévio, considerando a limitação de vagas

IMG_0643IMG_0631IMG_0623   IMG_0659 (2)


Texto e fotos: Ruthe Santana
Edição de texto: Cloves Teodorico 
Informações para a imprensa: 
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste