GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias Novo decreto em Garanhuns acompanha medidas do Governo do Estado

Notícias

Novo decreto em Garanhuns acompanha medidas do Governo do Estado

Apenas pequenos ajustes de horários serão definidos no município [...]Leia mais...

Publicado em

O Governo do Estado anunciou a volta integral de diversos segmentos econômicos no plano de convivência apresentado nesta quinta-feira (10), para diversas regiões, inclusive Garanhuns e os municípios da V Regional de Saúde.A Prefeitura de Garanhuns irá publicar novo decreto nesta sexta-feira (11) para vigência a partir de segunda-feira, contudo acompanhando as medidas do estado. Segundo o prefeito Sivaldo Albino, as decisões tomadas pela Secretaria Estadual de Saúde levaram em consideração a melhora nos números em nosso município. “Tivemos um bom resultado com o último decreto, um esforço da sociedade em evitar aglomerações e consequentemente a proliferação do vírus. Vamos flexibilizar e autorizar a partir da próxima segunda-feira (14) o retorno das atividades, com algumas poucas observações, e monitorar até o final deste mês para evitar que a pandemia saia do controle” – afirmou o gestor municipal. NOVO DECRETO MUNICIPALGaranhuns acompanha o novo decreto estadual com poucas alterações. O município irá restringir horários de funcionamentos; supermercados só poderão funcionar até às 22h e conveniências até às 20h. A Operação Feira Livre Segura volta a acontecer em todas as feiras do município, a partir da quinta-feira (17), e segue até o final do mês.No Plano de Convivência apresentado pelo Governo do Estado, as escolas e faculdades podem funcionar com aulas presenciais até às 18h, assim como clubes, academias, bares, restaurantes, comércios, entre outros. A partir da segunda-feira (14) as vans regionais voltam a circular normalmente assim como as vendas de bebidas alcoólicas.Eventos corporativos, sociais, culturais e desportivos, a exemplo do futebol, permanecem proibidos.Maiores informações poderão ser obtidas nos decretos quando publicados.

Redimensionar Fonte
Contraste