GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias GARANHUNS / Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente finaliza a primeira etapa do Programa Fomento Rural em Comunidades Quilombolas

Notícias

GARANHUNS / Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente finaliza a primeira etapa do Programa Fomento Rural em Comunidades Quilombolas

Programa faz acompanhamento social e produtivo e a transferência direta de recursos financeiros não-reembolsáveis às famílias, para investimento em projeto produtivo rural [...]Leia mais...

Publicado em

A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente – SDRMA, finalizou mais uma etapa do Programa Fomento Rural. Nesta fase foi realizado o preenchimento dos formulários a fim de coletar informações sobre o Diagnóstico local das famílias, o Termo de Adesão ao programa e por fim o tipo de Projeto Produtivo Rural que cada família envolvida pretende executar. Ao todo, foram beneficiadas 06 Comunidades Quilombolas de Garanhuns: Estivas, Castainho, Tigre, Estrela, Timbó e Caluete.

Durante o processo de construção dos projetos produtivos rurais, a SDRMA articulou um intercâmbio entre as comunidades quilombolas de Caluete e Estivas. Devido a comunidade do Estivas estar trabalhando de forma coletiva no Espaço Agroecológico Dona Mira, sendo uma Unidade Demonstrativa de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável – PAIS, além disso, há também a construção de um Biodigestor na propriedade de uma das agricultoras, dessa forma, os agricultores da comunidade de Caluete puderam vivenciar um pouco da experiência, da dinâmica e do modo de produzir desses agricultores agroecológicos.

O intercâmbio entre as famílias rurais é uma das metodologias mais importantes da Agroecologia, pois é na troca de saberes e sabores que o conhecimento se amplia e aperfeiçoa, de forma interdisciplinar e descentralizada. Já para as Comunidades Quilombolas, a importância e a valorização dos trabalhos coletivos é algo histórico e fundamental para a permanência destas comunidades em seus territórios, pois, ao longo da história, foi através do trabalho coletivo que as comunidades puderam se erguer e se fortalecer na luta contra as opressões vivenciadas.

Para Maria Nazaré Pereira, uma das agricultoras de Caluete que participou do intercâmbio no Estivas, o programa traz consigo um novo olhar para o campo. ”Foi muito bom, muito bonito, gostei muito, a horta é linda, muitas coisas que nós não tínhamos visto ainda, uma horta diferente, eu gostei bastante, muito organizado”. O objetivo da produção do PAIS é fortalecer a Economia Solidária, trazer renda para cada família envolvida e colocar comida na mesa. Além disso, com os excedentes, escoar para a cooperativa e acessar os mercados institucionais, como o PAA, o PNAE e também as Feiras Livres. Durante o processo do Fomento Rural a SDRMA contou com a participação de residentes em saúde da população do campo.

Imagens: SDRMA

Redimensionar Fonte
Contraste