GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Garanhuns registra menor índice de infestação de dengue dos últimos 10 anos

Saúde

Garanhuns registra menor índice de infestação de dengue dos últimos 10 anos

A expressiva queda foi identificada pelo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegipty (LIRAa) O menor Índice de Infestação Predial (IIP) dos últimos 10 anos, foi registrado no mês de outubro, em Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco. De acordo...

A expressiva queda foi identificada pelo Levantamento de
Índice Rápido do Aedes aegipty (LIRAa)

O menor Índice de Infestação Predial (IIP) dos últimos 10 anos, foi registrado no mês de outubro, em Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco. De acordo com o Índice Rápido do Aedes aegipty (LIRAa) de 2014, foi indicada uma queda considerável, uma vez que, em janeiro deste ano, o município apresentava um índice de 4,0 e agora diminuiu para 1,4. A meta estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 1,0.

Bairros como São José, que no início do ano apresentava um índice de 8,2 %, o José B. Teixeira (Vila do Quartel), com 9,7%, e a comunidade Brasília, que era de 4,7%, caíram, no último mês, para 0,0%. O levantamento, que identificou a considerável queda do índice, levou em conta dados de até o dia 28 de outubro, confirmando que, gradativamente, Garanhuns tem se aproximado da meta estabelecida pela OMS.

Apesar de Garanhuns ter apresentado essa redução expressiva, é necessário manter a atenção para a continuidade de controle do mosquito. O secretário de Saúde, Arlindo Ramalho, ressalta a importância da prevenção. “Mesmo com essa diminuição do índice da dengue em nosso município, não podemos ficar despercebidos. É importante que toda a população fique atenta para os cuidados básicos, evitando a doença”, alerta.

Para o educador em saúde, Eliel Duarte, o motivo para essa redução foi a intensificação de ações para coibir o número de criadouros dos mosquitos por meio de uma equipe de agentes de endemias especializados. “A Secretaria de Saúde tem investido no recurso humano, com a meta de controlar a doença em nosso município, mas é de fundamental importância que a população se posicione no combate à dengue”, afirmou.

A coordenadora dos agentes de endemias, Cilene Espinhara, acredita que a redução do índice se deve ao trabalho mútuo da equipe com a coordenação. “Nós temos trabalhado cada vez mais próximo dos agentes, identificando as áreas com maior índice e intensificando as ações em cada local. Acredito que esse foi o motivo para essa queda”, ressaltou. Ainda de acordo com Cilene, a população precisa estar atenta, verificando o adequado armazenamento de água, o acondicionamento do lixo e a eliminação de todos os recipientes sem uso, que possam acumular água e se tornar criadouros do mosquito.

Garanhuns registra menor índice de infestação de dengue dos últimos 10 anos

 


 

Texto e fotos: Ruthe Santana
Edição de texto: Cloves Teodorico
Informações para a imprensa:
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste