GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias Em reunião com governador, Sivaldo pede medidas restritivas, mais doses de vacinas e leitos de UTI

Notícias

Em reunião com governador, Sivaldo pede medidas restritivas, mais doses de vacinas e leitos de UTI

Reunião online contou com participação de prefeitos das regionais de saúde com sedes em Garanhuns e Caruaru [...]Leia mais...

Publicado em

O governador Paulo Câmara reuniu mais de 50 prefeitos do Agreste na tarde desta sexta-feira (14) para avaliação do quadro preocupante da pandemia da Covid-19 nos municípios que fazem parte das regionais de saúde com sedes em Garanhuns e Caruaru. Participaram também do encontro o secretário estadual de saúde, dr. André Longo, o presidente da AMUPE, José Patriota e o Procurador-Geral do Estado, dr. Paulo Augusto.

Em sua fala, o prefeito de Garanhuns, também presidente da Codeam, Sivaldo Albino, mostrou-se preocupado com os números das últimas semanas e pediu que fossem implementadas medidas restritivas que dificultem aglomerações, e não somente comércio, mas também bancos e fiscalização para evitar eventos clandestinos.

Sivaldo Albino e a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, solicitaram um aumento percentual de doses de vacinas, para a V e IV Regionais de Saúde, respectivamente.

O prefeito de Lajedo, Adelmo Duarte, acompanhou a reunião no Palácio Celso Galvão, ao lado de Albino, apoiando as solicitações do prefeito de Garanhuns.

O governador Paulo Câmara afirmou que a prioridade é a vida, que o estado vem fazendo um investimento mensal na ordem de R$ 122 milhões mensais, somente em leitos, e que se forem necessários mais investimentos, estes serão feitos.

O encontro serviu para ouvir os gestores e novas medidas restritivas devem ser adotadas, e possivelmente ampliadas em cada município por decisão dos prefeitos, como deve acontecer em Garanhuns.

Sivaldo aproveitou para solicitar a ampliação dos leitos de retaguarda e UTI no município, que se encontram com capacidade máxima ocupada há mais de 15 dias.

“Vamos anunciar as medidas que possam salvar vidas, esta é a prioridade de momento. Precisamos impedir que o vírus possa s alastrar ainda mais, e cuidar das pessoas que precisam dos cuidados médicos, desde os exames até os leitos de UTI”, finalizou Albino.

Redimensionar Fonte
Contraste