GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 22 de junho

Notícias

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 22 de junho

Garanhuns já vacinou mais de 80% do seu público-alvo, meta é chegar aos 90% por AQUILLES SOARES com informações da Secretaria Municipal de Saúde 14 de junho de 2018 Diante das recomendações expedidas pelo Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal...

Publicado em

Garanhuns já vacinou mais de 80% do seu público-alvo, meta é chegar aos 90%

por AQUILLES SOARES

com informações da Secretaria Municipal de Saúde

14 de junho de 2018

Diante das recomendações expedidas pelo Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI) em Garanhuns, vai prorrogar a Campanha de Vacinação contra a Gripe até o dia 22 de junho no município. A continuidade se deve também a proximidade do inverno, período de maior circulação dos vírus da gripe.

De acordo com dados do Ministério da Saúde 11,8 milhões de pessoas ainda precisam se vacinar contra a gripe. Em Garanhuns, desde o início da campanha, em 23 de abril, 81% da população prioritária buscaram as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). A meta é atingir 90% das pessoas.

A coordenadora do PNI em Garanhuns ressalta a importância de vacinar os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, público com maior risco de complicações para a doença. “Já fizemos a distribuição de uma nova leva de vacinas para as UBS’s, com a expectativa de que a população possa comparecer dentro do prazo estipulado e possamos atingir a nossa meta de imunização em Garanhuns”, afirmou Luciana Andrade.

A partir do dia 25 de junho, caso haja disponibilidade de vacinas no município, a vacinação poderá ser ampliada para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos.

Foto: Edméa Ubirajara – Arquivo Secom

Redimensionar Fonte
Contraste