GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias VI Conferência Municipal de Saúde

Notícias

VI Conferência Municipal de Saúde

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DISCUTIU MELHORIAS PARA A ÁREA Discussão aconteceu na última sexta-feira (19) Aproximadamente 250 pessoas participaram da VI Conferência Municipal de Saúde de Garanhuns, realizada na última sexta-feira (19).  Na ocasião, foram discutidos vários temas voltados à saúde pública e debatidas propostas que, posteriormente, podem se tornar políticas públicas...

Publicado em

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DISCUTIU MELHORIAS PARA A ÁREA

Confer--ncia-Municipal-de-Sa--de-discutiu-melhorias-para-a---rea-1

Discussão aconteceu na última sexta-feira (19)

Aproximadamente 250 pessoas participaram da VI Conferência Municipal de Saúde de Garanhuns, realizada na última sexta-feira (19).  Na ocasião, foram discutidos vários temas voltados à saúde pública e debatidas propostas que, posteriormente, podem se tornar políticas públicas para o setor. O tema central da conferência foi a “Saúde Integral e de Qualidade para todos e todas: Direito de Cidadania”. A discussão, que foi aberta ao público, foi realizada no auditório do Sesc Garanhuns. A conferência iniciou às 10h e foi encerrada às 20h30.

Após a leitura, e devidos ajustes, do regimento municipal de saúde, três palestras foram realizadas. A participação da sociedade no Sistema Único de Saúde (SUS) foi o tema da primeira palestra, ministrada pela representante do Conselho Estadual de Saúde, Lindinere Ferreira. A segunda discussão foi sobre acesso e direito à saúde, mediado pela professora do curso de medicina da UPE, Renata Nillani. E a terceira palestra, ministrada pelo médico do SUS, Fernando Fidélix, teve como tema o financiamento do SUS e a relação público/privado e a gestão do SUS e modelos de atenção à saúde.

Diante dos temas expostos em cada palestra, foram formados quatro grupos de discussão, com o intuito de aprofundar o debate sobre cada temática e elaborar propostas de melhorias para os serviços da saúde. As discussões coletivas abordaram os seguintes temas: Direito à saúde, garantia de acesso e atenção de qualidade; participação social; valorização do trabalho e da educação em saúde e financiamento do SUS e relação público-privado/Gestão do SUS e modelos de atenção à saúde. As propostas foram discutidas dentro da realidade vivida em Garanhuns, dentro de um contexto estadual e nacional.

O secretário de Saúde, Arlindo Ramalho, fala sobre a relevância da discussão, uma vez que essa conferência foi a primeira etapa para aconferência nacional. “Foi um momento de discussões muito proveitosas e também um momento muito democrático, em que tivemos a participação ativa da população. Tudo o que foi debatido teve uma importância muito grande, uma vez que a partir dessa discussão levaremos propostas para a conferência estadual e da estadual para a nacional, refletindo em melhorias para os serviços à população”, comentou.

A partir das discussões, 15 propostas, de âmbito nacional, estadual e municipal, foram selecionadas e 24 delegados (12 representantes de usuários do SUS, 6 profissionais da saúde e 6 gestores e prestadores de serviço) foram escolhidos para participarem da Conferência Estadual de Saúde.

Redimensionar Fonte
Contraste