GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente Registro de chuvas em Garanhuns foi 61% maior este ano

Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente

Registro de chuvas em Garanhuns foi 61% maior este ano

Balanço do índice pluviométrico anual aponta aumento referente ao comparado com 2012 O município de Garanhuns (PE) encerrou o ano de 2013 com um volume de chuvas de 737,5 milímetros – equivalente a 737 litros de água em cada metro...

Balanço do índice pluviométrico anual aponta
aumento referente ao comparado com 2012

O município de Garanhuns (PE) encerrou o ano de 2013 com um volume de chuvas de 737,5 milímetros – equivalente a 737 litros de água em cada metro quadrado durante os 12 meses. Em porcentagem, a precipitação foi 61% superior ao ano passado, quando foram registrados apenas 457,0mm. Entretanto, o volume de chuva, este ano, ficou 17,5% abaixo da média dos últimos dez anos.

De acordo com o secretário de Agricultura, Abastecimento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Epaminondas Borges Filho, o volume das chuvas é referente ao registrado na sede do município. “Existem sítios em que o volume de chuva ficou acima desse valor como, por exemplo, alguns localizados no distrito de Iratama. Por outro lado, existem também lugares que o volume ficou menor no distrito de São Pedro”, detalha.

Reflexos da seca – As chuvas colaboraram para amenizar os efeitos da seca na região. Em 2012, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a redução de rebanho, em Garanhuns, chegou a 20,7%, caindo de 36.800 animais, em 2011, para 29.200, em 2012. Já a produção de leite sofreu uma redução de 39,7%, caindo de 11.701 litros em 2011 para 7.065 litros em 2012. A região do Agreste Meridional teve uma redução de 230 mil bovinos nesse período.

Para 2014, as previsões da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), mostram que no período de janeiro a março, as chuvas no estado de Pernambuco, devem ser entre a categoria normal a abaixo da climatologia, ou seja, as precipitações que tendem a ocorrer na região Agreste devem ficar um pouco abaixo do esperado para o período. A média climatológica das chuvas para o período é de 322,6 mm para o Agreste.

Veja, abaixo, a tabela completa com os detalhes das precipitações:

tabela


Texto: Cloves Teodorico
Foto: Cloves Teodorico
Informações para a imprensa:
Cloves Teodorico – (87) 9600.8965
Secom/PMG 

Redimensionar Fonte
Contraste