GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Desenvolvimento Econômico Rede de Cooperação Público e Privada visa incentivar economia da região

Desenvolvimento Econômico

Rede de Cooperação Público e Privada visa incentivar economia da região

Garanhuns está entre os municípios envolvidos na ação  Lideranças da área comercial e empresarial de Garanhuns e outros municípios da região estiveram reunidos, nessa quarta-feira (26), na Unidade Agreste Meridional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas...

Publicado em

Garanhuns está entre os municípios envolvidos na ação 

Lideranças da área comercial e empresarial de Garanhuns e outros municípios da região estiveram reunidos, nessa quarta-feira (26), na Unidade Agreste Meridional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), para discutir a criação de uma Rede de Cooperação Público e Privada. O principal objetivo dessa rede é a criação de um diálogo entre os pequenos negócios, poder público e outras instituições – alavancando, assim, novas formas de economia ou potencialização de outras existentes.

De acordo com Vera Cutz, consultora do Sebrae, que é uma das responsáveis por esse trabalho, um diagnóstico da economia de 11 municípios será elaborado. Outra etapa é o chamamento de lideranças públicas e privadas para construção da rede. “O foco é que o fluxo econômico permaneça no local. A rede vai ajudar a identificar oportunidades, sendo bom para todos os envolvidos. Os encontros serão periódicos”, explica.

A criação da Rede de Cooperação Público e Privada está incluída no projeto Desenvolvimento Econômico Territorial (DET). Para o analista do Sebrae, Igor Valle, a ação torna o envolvimento entre as partes mais efetiva do ponto de vista da circulação de economia no próprio município. “Os municípios ficam fortalecidos. A ideia é justamente fazer com que as prefeituras comprem mais de seus pequenos empresários”, completa.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns (SDE), a principal fonte de economia local é o comércio/serviços, equivalendo a mais de 60% de sua totalidade. Também há registro de fontes como indústria e agropecuária. O secretário da pasta, Geandré Nogueira, esteve na reunião de ontem e comemora a grande aceitação por parte do público-alvo local. “Estamos percebendo o interesse de bancos, empresários, das próprias prefeituras, e outras lideranças, em avançar no desenvolvimento econômico de nossa região. Isso é importante para que durante a execução tenhamos suporte de todos os lados”, reforça.

Saiba quais são os 11 municípios envolvidos na criação da rede: Garanhuns, Cachoeirinha, São Bento do Una, Lajedo, Jupi, Bom Conselho, Venturosa, Caetés, Jucati, Paranatama e Capoeiras.

  Seminário DET 3


Texto: Cloves Teodorico 
Fotos: Divulgação 
Informações para a imprensa: 
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste