GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Assistência Social e Direitos Humanos Planejamento para atualização cadastral de programas sociais é iniciado

Assistência Social e Direitos Humanos

Planejamento para atualização cadastral de programas sociais é iniciado

Ação acontecerá por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos por CLOVES TEODORICO A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) iniciou os preparativos para a atualização cadastral dos beneficiários dos programas sociais incluídos no Cadastro...

Publicado em

Ação acontecerá por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos

por CLOVES TEODORICO

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) iniciou os preparativos para a atualização cadastral dos beneficiários dos programas sociais incluídos no Cadastro Único (CadÚnico). Prioritariamente, passarão pelo recadastramento os garanhuenses que recebem o Benefício da Prestação Continuada (BPC). O cronograma da ação, que conta com a parceria da Gerência-Executiva Garanhuns do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), está em formatação e deve ser divulgado em breve.

A atualização cadastral, coordenada pela Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc) do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), tem o objetivo de averiguar aqueles casos em que o sistema nacional identificou algum tipo de inconsistência de informações e revisar os dados básicos do beneficiário que recebe o BPC. Em paralelo, as famílias incluídas no Programa Bolsa Família (PBF), na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e no Bolsa Verde também estarão passando por convocações para a atualização.

Cenário municipal do BPC – De acordo com o gestor do CadÚnico, Humberto Granja, atualmente, Garanhuns possui 8.900 pessoas beneficiadas pelo Benefício da Prestação Continuada. “Essas famílias serão organizadas em grupos com prazos de atualização diferenciados. A execução desse trabalho vai se iniciar ainda neste semestre. Vamos dividir a ação por área. Devemos finalizar a parte que engloba as pessoas idosas até o final deste ano. E a partir de janeiro de 2018 começará a etapa com pessoas com algum tipo deficiência”, explica.

No próximo dia 20, os cadastradores municipais e técnicos da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos receberão uma capacitação que vai tratar sobre a nova legislação e como irá funcionar a metodologia de trabalho durante a atualização cadastral no município.

 IMG_6562

Fotos: Divulgação SASDH / MDSA

Data: 11 de abril de 2017

Redimensionar Fonte
Contraste