GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Mulher Oito anos da promulgação da Lei Maria da Penha é comemorado em Garanhuns

Mulher

Oito anos da promulgação da Lei Maria da Penha é comemorado em Garanhuns

Ação que acontece nos dias 7 e 8 visa divulgar a Lei e os direitos da mulher Para fazer alusão ao dia da promulgação da Lei Maria da Penha, hoje (07) a Secretaria da Mulher de Garanhuns promove uma palestra...

Publicado em

Ação que acontece nos dias 7 e 8 visa divulgar a Lei e os direitos da mulher

Para fazer alusão ao dia da promulgação da Lei Maria da Penha, hoje (07) a Secretaria da Mulher de Garanhuns promove uma palestra para o Grupo de Gestão de Pessoas do Agreste, com o tema “A mulher na gestão”. A exposição do tema será realizada no Colégio XV de Novembro, às 18h30min. Dando sequência, amanhã (08), acontecerá uma ação informativa com a entrega do livreto “Lei Maria da Penha – 11.340/2006” nas USF´s, hospitais, CRAS, CREAS, Delegacias, Polícias Civil e Militar, Bombeiros e Guarda Municipal.

Destinando-se a aumentar o rigor das punições das agressões contra as mulheres quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar, a Lei 11.340, denominada Lei Maria da Penha, completa hoje (7), oito anos em vigor. Em função disso, a Secretaria da Mulher de Garanhuns promove essa comemoração. Eliane Villar, secretária da Mulher de Garanhuns fala sobre o momento. “Buscamos facilitar os meios de divulgação da lei que protege as mulheres da violência doméstica e familiar para a população em geral, esse é o objetivo”, comentou.

Sobre o nome – O caso nº 12.051/ OEA, de Maria da Penha Maia Fernandes, foi o caso homenagem à lei 11.340. Ela foi vítima de violência doméstica durante 23 anos de casamento. Em 1983, o marido por duas vezes, tentou assassiná-la. Na primeira vez, com arma de fogo, deixando-a paraplégica, e na segunda, por eletrocussão e afogamento. Após essa tentativa de homicídio ela tomou coragem e o denunciou. O marido de Maria da Penha só foi punido depois de 19 anos de julgamento e ficou apenas dois anos em regime fechado, para revolta de Maria com o poder público. Essa lei foi criada com os objetivos de impedir que os homens assassinem ou agridam suas esposas, e proteger os direitos da mulher.


Texto: Ruthe Santana
Edição: Jacqueline Menezes
Informações para a imprensa:
Ruthe Santana | (87) 3762.0109
Secom/PMG

Redimensionar Fonte
Contraste