GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Assistência Social e Direitos Humanos Oficina de sabão artesanal incentiva geração de renda por meio da sustentabilidade

Assistência Social e Direitos Humanos

Oficina de sabão artesanal incentiva geração de renda por meio da sustentabilidade

Aulas foram ministradas por meio de parceria com o IFPE para mulheres do Centro de Referência de Assistência Social da Bela Vista por CLOVES TEODORICO com GABRIELA RAMOS  O reuso do óleo de cozinha pode ser o principal instrumento de...

Publicado em

Aulas foram ministradas por meio de parceria com o IFPE para mulheres do Centro de Referência de Assistência Social da Bela Vista

por CLOVES TEODORICO

com GABRIELA RAMOS 

O reuso do óleo de cozinha pode ser o principal instrumento de fabricação do sabão em barra. A proposta sustentável, resultado de pesquisas e aprimoramentos ambientais, vem sendo aplicada para mulheres do município de Garanhuns. No Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Bela Vista, uma turma de 15 pessoas concluiu as aulas hoje (17), aprendendo que com a matéria-prima em casa o produto pode incrementar a renda familiar.

Ministrada por meio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), a capacitação contemplou mulheres integrantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). Lady Dayana, de 34 anos de idade, uma das participantes, destaca a importância da aprendizagem. “Foi excelente. Eu gostei muito, porque é uma forma de trabalhar em casa. Basta investir e fazer em casa pra vender pra fora”, reforça.

A técnica de laboratório em química, Mariana Pinheiro, destaca a criação do projeto. “Ele é um projeto que existe pelo curso de Meio Ambiente do campus do IFPE de Garanhuns, são nove alunos envolvidos e já estamos no quarto momento de execuções. O foco é que o óleo que seria descartado ganha uma nova funcionalidade. A gente pode formar um produto tanto para uso doméstico quanto para geração de renda da população”, completa a técnica na área.

Novas turmas devem ser formadas em breve no Cras Bela Vista, de acordo com a coordenação do referido Centro de Referência. “O resultado dessa ação, em conjunto com o instituto, é justamente essa. Fazer com que as mulheres aprendam a ter o sabão em casa, utilizem no uso doméstico, mas também ganhem uma opção para possível renda”, registra a assistente social Aimeé Ferreira.

IMG_0524

Fotos: Gabriela Ramos – Secom/PMG

17 de março de 2017

Redimensionar Fonte
Contraste