GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio AMSTT Mototaxistas de Garanhuns começam a passar por recadastramento

AMSTT

Mototaxistas de Garanhuns começam a passar por recadastramento

Atualmente, Garanhuns possui 321 profissionais legalizados   Iniciou nesta terça-feira (01) mais um recadastramento de mototaxistas em Garanhuns, no interior do Estado. A ação tem o objetivo de atualizar os dados cadastrais dos 321 profissionais legalizados e mapear os pontos de atuação da...

Atualmente, Garanhuns possui 321 profissionais legalizados  

Iniciou nesta terça-feira (01) mais um recadastramento de mototaxistas em Garanhuns, no interior do Estado. A ação tem o objetivo de atualizar os dados cadastrais dos 321 profissionais legalizados e mapear os pontos de atuação da categoria. Para o ato, é necessário estar munido da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e o alvará 2015. O recadastramento segue até o dia 25 de setembro.

Os profissionais devem seguir uma ordem pré-estabelecida pela Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) para se apresentarem na sede da autarquia, localizada na avenida Luiz Souto Dourado, S/N, bairro Heliópolis. Um cronograma foi criado e informado aos mototaxistas convocados.

O mototaxista Zezito Rosa, de 50 anos de idade, trabalha há 10 anos na profissão e chegou cedo para se recadastrar. Ele leva passageiros para os mais variados bairros da cidade, incluindo a área rural. Para ele, a ação é de grande importância para que haja organização e maior fiscalização. “Tem muita gente legalizada, mas também existem alguns ilegais, então precisamos organizar. Estamos vindo, fazendo nossa parte”, disse.

De acordo com o gerente de Transportes, Márcio Ferreira, o recadastramento servirá para reorganizar a situação. “Saberemos os integrantes das praças cadastradas e outras que foram criadas sem nossa ciência. Hoje são mais de 300 trabalhadores, devidamente, com a placa-aluguel”, ressalta o servidor.

Para outras informações, o contato da AMSTT é o (87) 3762-3967.

IMG_0268 (1) IMG_0266


 Texto e fotos: Cloves Teodorico
Informações para a imprensa:
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste