GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Assistência Social e Direitos Humanos Membros do Conselho do Idoso de Garanhuns são empossados

Assistência Social e Direitos Humanos

Membros do Conselho do Idoso de Garanhuns são empossados

Na ocasião, também foi realizada a eleição para presidência e vice-presidência do conselho por RUTHE SANTANA Conforme a portaria 392/2016, na manhã desta quarta-feira (24), os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI) de Garanhuns foram empossados...

Publicado em

Na ocasião, também foi realizada a eleição para presidência e vice-presidência do conselho

por RUTHE SANTANA

Conforme a portaria 392/2016, na manhã desta quarta-feira (24), os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI) de Garanhuns foram empossados para o biênio 2016-2018. Na solenidade, realizada na Casa dos Conselhos, os cargos de presidência e vice-presidência foram eleitos. O CMDI, que é vinculado à Secretaria de Assistência Social do município, é paritário e formado por 12 membros, sendo seis representantes governamentais e seis representantes de entidades da sociedade civil.

A secretária de Assistência Social de Garanhuns, Célia Sobral, esteve na ocasião e empossou os membros. “Quero agradecer a participação de todos. Esse é, de fato, um momento muito relevante para os idosos de Garanhuns e para a população como um todo. Quero reforçar a todos os membros empossados agora, a importância de comparecer às reuniões, para que tenhamos um conselho cada vez mais ativo. Posso afirmar para vocês que sou muito feliz em estar numa gestão que se preocupa com o idoso. É um avanço termos esse órgão para cuidar dos nossos idosos e ainda vamos avançar mais”, ressaltou a titular da pasta.

A nova presidente do conselho, Bruna Paixão, falou sobre a atuação do conselho em Garanhuns. “O nosso objetivo, enquanto conselho, é assegurar que os idosos tenham os seus direitos garantidos. Eles têm diversos direitos, porém há a necessidade de que o conselho seja sempre atuante, que tenha planos, tenha projetos, garantindo essa proteção ao idoso”, finalizou Bruna.

Joaquim Bernardino Leite, que já era membro do CDMI e foi eleito vice-presidente, acredita que o conselho tem um papel fundamental para o município. “Temos uma tarefa e, eu diria, que é a maior de agora; que é a elaboração do plano de ação para o conselho e cuidar da regulamentação da conta do fundo municipal do idoso. Eu acredito que o conselho funcionando em sua plenitude, a gente vai conquistar uma melhor qualidade de vida para os nossos idosos e isto acontecendo, a gente estará promovendo uma sociedade cada vez melhor”, afirmou.

IMG_0551 (1) IMG_0544 (1)


Fotos: Ruthe Santana – Secom/PMG
Data: 24/02/2016
Atendimento à imprensa:
(87) 3762.0109

Redimensionar Fonte
Contraste