GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Assistência Social e Direitos Humanos Governo Municipal convoca população para atualização do Cadastro Único

Assistência Social e Direitos Humanos

Governo Municipal convoca população para atualização do Cadastro Único

Ferramenta serve como porta de acesso para programas sociais e benefícios por AQUILLES SOARES com informações da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos 05 de junho de 2018 Para ter acesso a programas como Bolsa Família, Minha Casa Minha...

Publicado em

Ferramenta serve como porta de acesso para programas sociais e benefícios

por AQUILLES SOARES
com informações da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos
05 de junho de 2018

Para ter acesso a programas como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social, Isenção de Taxa de Concurso, IDJovem, entre outros é essencial que os beneficiários mantenham atualizadas as informações do Cadastro Único do Governo Federal. Por meio da ferramenta é possível identificar as pessoas que realmente necessitam de políticas sociais como estas. Atualmente, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) reúne os dados de mais de 29 mil Famílias cadastradas; deste total mais de 17 mil Famílias são beneficiárias de programas como o Bolsa Família.

Em Garanhuns, os Centros de Referência em Assistência Social (Cras’s) são a principal porta de entrada para os que desejam se cadastrar e atualizar o cadastro. Todos contam com o trabalho de servidores para orientar e realizar a atualização do cadastro da população. O serviço de atualização e cadastramento das famílias nos Cras funciona de 08h às 14h. Aqueles que forem aos Cras’s para realizar o agendamento do cadastro único devem estar munidos de algum documento de identificação, bem como o de outras pessoas da família.

Além de manter as informações atualizadas também é necessário que os interessados estejam atentos a veracidade das informações repassadas. O Cadastro Único passa por constantes cruzamentos de dados com o objetivo de identificar fraudes que podem acarretar em diferentes sanções e penalidades.

A atualização dos dados dos beneficiários deve ser feita sempre que houver mudança na situação da família ou, no máximo, a cada dois anos. “É importante salientar que a inscrição no Cadastro Único não garante o acesso aos programas. Depende do perfil de cada família, o que será verificado pela Coordenação Nacional do Cadúnico do Ministério de Desenvolvimento Social ”, enfatiza a gestora do Cadastro Único da SASDH, Manuela Ouro Preto.

Endereço dos Cras’s:

Rua Radialista Flauberto Elias, n° 1040, Cohab III — Cras Bela Vista
Rua Manuel Pessoa Juvenal, n° 200, Indiano — Cras Heliópolis
Rua Vereador João Bezerra Sobrinho, n° 147, Boa Vista — Cras Boa Vista
Rua São Pedro, n° 1035, Magano — Cras Magano
Rua Sítio Castainho, n° 210, Castainho — Cras Quilombo
Rua Oscar Francisco, nº 59, Várzea — Cras Várzea

Redimensionar Fonte
Contraste