GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Mulher Empoderamento econômico feminino: Arquitetando Vidas iniciou hoje (8)

Mulher

Empoderamento econômico feminino: Arquitetando Vidas iniciou hoje (8)

O curso é desenvolvido pela Secretaria da Mulher, em parceria com a Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer e Aesga por DANIELA BATISTA fotos CAMILA QUEIROZ com informações da Secretaria da Mulher 08 de junho de 2018 O curso Arquitetando...

Publicado em

O curso é desenvolvido pela Secretaria da Mulher, em parceria com a Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer e Aesga

por DANIELA BATISTA
fotos CAMILA QUEIROZ
com informações da Secretaria da Mulher
08 de junho de 2018

O curso Arquitetando Vidas, promovido pela Secretaria Municipal da Mulher, em parceria com a Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (Aesga) e Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer, teve início nesta tarde de sexta-feira (8). A aula contou com a presença de alunas do grupo de extensão da Aesga, que ministraram a aula sob orientação da professora, Virgínia Spinassé, e com a participação da voluntária e professora, Kédna Rodrigues.

De acordo com a secretária da Mulher, Walkíria Alves, o Arquitetando Vidas está previsto para acontecer todas as sextas-feiras, até novembro. “Esse projeto é promovido desde 2015 e a parceria com a Aesga gerou uma nova vertente, com um curso que vai dar uma oportunidade de qualificação para mulheres, por meio de aulas ministradas por alunos que são preparados para isso”, ressaltou.

As aulas terão temáticas como Entrevista de Emprego; Marketing Pessoal; Construção de Currículo; Qualidade no Atendimento; Rotinas Administrativas e Redação de Documentos e Empreendedorismo. Ao final do curso, as alunas irão receber certificados da Secretaria da Mulher e da Aesga. Cerca de 30 mulheres fazem parte da turma.

A professora orientadora do projeto pela Aesga, Virgínia Spinassé, explicou que o curso será ministrado por duas alunas da Autarquia, sob orientação dela. A professora, Kédna Rodrigues, destacou o prazer em participar do projeto. “A maior alegria é poder ver o quanto o projeto tem impactado vidas e principalmente o quanto que ele cresceu, tomou forma e hoje pode acontecer em um ambiente ainda melhor estruturado e com o apoio da Aesga, o que fortalece ainda mais o trabalho de quem se dispõe no voluntariado e que acredita que por meio da educação e formação profissional dessas mulheres, elas podem conquistar espaços de trabalho e melhorar a autoestima”, finalizou.

Redimensionar Fonte
Contraste