GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Desenvolvimento Econômico Curso Boas Práticas e Manipulação de Alimentos tem inscrições abertas

Desenvolvimento Econômico

Curso Boas Práticas e Manipulação de Alimentos tem inscrições abertas

Oportunidade, gratuita, é para pessoas que trabalham no setor de alimentação  A Unidade Agreste Meridional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o apoio da Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico...

Publicado em

Oportunidade, gratuita, é para pessoas que trabalham no setor de alimentação 

A Unidade Agreste Meridional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o apoio da Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e Vigilância Sanitária Municipal, abriu inscrições para o curso de Boas Práticas e Manipulação de Alimentos. As inscrições, gratuitas, devem ser realizadas no prédio do Sebrae, localizado na avenida Rui Barbosa, nº 671, 1º andar, bairro Heliópolis. As vagas são limitadas.

De acordo com o analista do Sebrae, Jefferson Fernandes, estão sendo oferecidas 35 vagas para a capacitação, que começa no dia 26 deste mês e segue até o dia 30. Ele ressalta, ainda, que para o ato de inscrição é necessário estar munido com o CPF. “Essa iniciativa é mais uma visando a melhoria na qualidade do serviço prestado por quem trabalha com alimentos. Os participantes terão noções teóricas e práticas”, explica.

Para a coordenadora da Vigilância Sanitária Municipal, Katharina Almeida, o curso vai ajudar os profissionais a esclarecerem dúvidas que surgem do dia a dia, além de contribuir diretamente na prevenção de possíveis irregularidades no manuseio e comercialização de alimentos. “Praticamente todos os dias observamos a instalação de novos locais de venda de comida. São carrinhos de ambulantes, franquias, lojas nos centros comerciais e até em casa. Essa oportunidade vem somar ao nosso trabalho, já que também fiscalizamos outros tipos de estabelecimentos, entre eles clínicas e outros segmentos de lojas, totalizando uma média de 470 pontos”, comenta.


Texto: Cloves Teodorico
Foto: Internet/Divulgação 
Informações para a imprensa:
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste