GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Mulher Coordenadoria provocou Mulheres para o Legislativo

Mulher

Coordenadoria provocou Mulheres para o Legislativo

Evento foi um convite às políticas públicas A Secretaria da Mulher de Pernambuco, por meio da Coordenadoria da Mulher de Garanhuns, fez do legislativo municipal, na noite dessa quinta-feira (07), a casa de mulheres e homens interessados em aprender mais,...

Evento foi um convite às políticas públicas

A Secretaria da Mulher de Pernambuco, por meio da Coordenadoria da Mulher de Garanhuns, fez do legislativo municipal, na noite dessa quinta-feira (07), a casa de mulheres e homens interessados em aprender mais, sobre conquistas políticas, ocupações de espaço mercadológico, mudança no cenário social, comprometimento com as causas femininas, construção de uma nova identidade cultural, e de uma sociedade mais justa e igualitária. O feito se deu com a realização do “Mulheres no Legislativo”, um movimento que apresenta as mulheres frente às políticas públicas de sua localidade, sendo elas mesmas, as responsáveis pela efetivação dessas políticas.

Várias autoridades e personalidades prestigiaram o evento, que contou com apresentações culturais e abordagens inerentes às conquistas femininas no legislativo, bem como em outras áreas sociais. As três representantes femininas do Legislativo de Garanhuns participaram do momento com depoimentos. A vereadora Carla Patrícia Gomes, de apenas 22 anos de idade, declarou que seu interesse pela política, iniciou desde cedo, influenciada pelo pai, que já atuava neste meio. Ao se lançar candidata ao cargo público, ela disse sofrer críticas, por ser jovem e mulher, mas não desistiu. Aceitou o desafio imposto pela função, passou a investir no aprendizado, e, aos poucos, vem desenvolvendo a legislatura. “Mulheres, acordem! Vocês já fazem política em casa com seus filhos”. “Não tenham medo. É só errando que se aprende. Não esqueçam que o amor e o querer, impulsionam a gente em tudo”, incentivou a jovem vereadora.

Na ocasião, outra mulher frente à política municipal, também relatou experiências. A vereadora Luzia Cordeiro disse que sua luta política começou antes de integrar o Legislativo. Dona Luzia da Saúde, como é conhecida, relatou que há 20 anos desenvolve um trabalho social voltado às mulheres, por meio da Associação de Mulheres de Garanhuns – AMUG, localizada no bairro de Manoel Chéu. A vereadora destacou ainda que além da área social, sua atuação já contemplou outras áreas como saúde e esportes. Após elencar seus feitos, Luzia enfatizou a importância das recentes conquistas como a Delegacia da Mulher, e Coordenadoria da Mulher, para Garanhuns.

O evento também contou com as declarações da vereadora Nelma Carvalho, ao relatar que a mulher tem marcado as últimas décadas, e se mostrado forte o bastante para atuar na política. Em suas observações, ela afirmou que o mundo passa por transformações, e, que por isto, precisa de mudanças imediatas. Nelma afirmou que as áreas econômicas e sociais, têm sido as de maior destaque feminino na atualidade. A vereadora provocou o público presente quando enfatizou: “Precisamos de mais vereadoras para representar a população”. Ao concluir sua fala a vereadora advertiu a todas, ao afirmar que diploma não trai, e não bate.

O encerramento do evento, “Mulheres no Legislativo”, contou com a fala da Secretária da Mulher de Pernambuco, Cristina Buarque, que tratou sobre o Empoderamento da Mulher. A secretária registrou a comemoração dos 7 anos da Lei Maria da Penha e afirmou que com esta conquista, uma grande rede de fazer políticas em Pernambuco, se iniciou, favorecendo assim, a mudança nos relacionamentos familiares. A secretária enfatizou que antes as autoridades não podiam fazer nada quanto a certos casos de violência contra a mulher, como o estupro, por exemplo. “Este é um tipo de violência que, geralmente, acontece por meio dos próprios familiares ou parentes”, declarou a secretária também afirmando que este cenário passou a mudar, quando as mulheres começaram a sair de dentro de casa, deixando de serem apenas esposas.

À frente de trabalhos relativos à Mulher, há mais de 30 anos, a secretária deu prosseguimento à sua fala enfatizando as conquistas femininas. “Nós queremos estudar, fazer arte, sermos astronautas, ocuparmos 52% das Câmaras legislativas, e 50% dos cargos de prefeitas e governadoras no país”. Após questionar a educação masculina, Cristina Buarque fez um alerta aos homens ao declarar: “Atenção, homens! Cuidem em mudar de vida. Porque o que essas mulheres estudam e são capazes de fazer, impressiona”, concluiu.

Coordenadoria_provocou_Mulheres_para_o_Legislativo_2 Coordenadoria_provocou_Mulheres_para_o_Legislativo_3 Coordenadoria_provocou_Mulheres_para_o_Legislativo_4


Texto: Cássia Amaral
Fotos: Cássia Amaral
Informações para a imprensa:
Cássia Amaral – (87) 9639-4784
Secom/ PMG 

Redimensionar Fonte
Contraste