GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente Chuva abaixo da média exige atitudes sustentáveis da população

Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente

Chuva abaixo da média exige atitudes sustentáveis da população

Nos últimos meses, choveu 32,5% do esperado para o período A precipitação pluviométrica acumulada no período de janeiro a maio de 2015, em Garanhuns, Agreste Meridional do Estado, ficou em apenas 129,9 mm, enquanto que a média dos últimos dez...

Publicado em

Nos últimos meses, choveu 32,5% do esperado para o período

A precipitação pluviométrica acumulada no período de janeiro a maio de 2015, em Garanhuns, Agreste Meridional do Estado, ficou em apenas 129,9 mm, enquanto que a média dos últimos dez anos foi de 400,1 mm, ou seja, choveu apenas 32,5% do esperado no período. A explicação para isso é que no oceano Pacífico as Temperaturas da Superfície do Mar (TSM) estão mais aquecidas do que o normal, indicando a condição de El Niño – que é um fenômeno causado pelo aquecimento das águas do Pacífico, além do normal, afetando o clima.

De acordo com o secretário de Agricultura e Abastecimento de Garanhuns, Epaminondas Borges Filho, esse volume de chuvas é preocupante. “A quantidade de chuvas que caiu até agora é menor do que no mesmo período em 2012, quando a região passou pela pior seca das últimas décadas”, relembra. O titular da pasta alerta: “Em 2012, os produtores possuíam água nos açudes e reserva de alimentos para o rebanho, como palma, capineira e silagem, o que não observamos agora na maioria das propriedades”, acrescenta.

Sustentabilidade – Diante de tal cenário, a indicação dos técnicos da área ambiental é que a população, tanto da zona urbana, quanto da área rural, possa economizar água em reservatórios e, na utilização diária, economizar na quantidade. As atividades de limpeza da casa, tempo no banho e outros serviços domésticos precisam ser revistos nas residências para que não falte água por um período ainda maior.

A previsão do tempo da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), para o trimestre de maio a julho deste ano é de chuvas abaixo do normal para a Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e Agreste.


Texto e foto: Cloves Teodorico
Foto-legenda: Registro da barragem Mundaú
Informações para a imprensa:
(87) 3762.0109 (Secom/PMG)

Redimensionar Fonte
Contraste