GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias Servidores municipais participam de oficina sobre vigilância de violências e acidentes

Notícias

Servidores municipais participam de oficina sobre vigilância de violências e acidentes

  Oficina foi realizada nesta quinta (19), no auditório da Universidade de Pernambuco em Garanhuns 19 de setembro de 2019 Com o intuito de capacitar servidores municipais sobre as notificações compulsórias de violência interpessoal e autoprovocada, foi promovida, nesta quinta...


 

Oficina foi realizada nesta quinta (19), no auditório da Universidade de Pernambuco em Garanhuns

19 de setembro de 2019

Com o intuito de capacitar servidores municipais sobre as notificações compulsórias de violência interpessoal e autoprovocada, foi promovida, nesta quinta (19), uma oficina intersetorial, no auditório da Universidade de Pernambuco (UPE) em Garanhuns. Participaram do momento profissionais das Secretarias Municipais de Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), Mulher e Educação. Além de representantes da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), e outros órgãos do município.

A ‘Oficina de Implementação da Vigilância de Violência e Acidentes’ buscou ainda esclarecer e sensibilizar os participantes sobre as condutas de acolhimento, atendimento e notificações de caráter intersetorial. A atividade foi promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio dos setores de Vigilância Epidemiológica e Educação Permanente, em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e Vª Gerência Regional de Saúde (Vª Geres).

As notificações podem acontecer em casos de violência sexual, física, trabalho infantil, trabalho escravo, com o preenchimento de dados no modelo de Ficha de Notificação Individual. “As notificações são realizadas pelos profissionais que atendem, e vão gerar números, dados e estatísticas para que a gente possa trabalhar em cima das políticas públicas relacionadas a estas situações”, pontuou técnica da Coordenação de Vigilância de Acidentes e Violência, Renata Vieira.

Assessoria de Comunicação de Social — (ACSI)

Texto e Fotos: Aquilles Soares — (Secom/PMG)

Atendimento à imprensa: (87) 3762-0109

 

Redimensionar Fonte
Contraste