Pesquisar no portal  
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, redução de danos e a manutenção da saúde com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte na situação de saúde e autonomia das pessoas e nos determinantes e condicionantes de saúde das coletividades. Planeja, desenvolve e executa a política sanitária do Município. Exerce as atividades de fiscalização e poder de polícia de Vigilância Sanitária. Coordena e acompanha o processo de municipalização do Sistema Único de Saúde.
CONTATO: Centro Administrativo I Rua Joaquim Távora, s/n – Heliópolis Garanhuns – PE | CEP: 55295-410 (87) 3761-2288 / 3762-0585 - Telefone do NASG: (87) 3761-8209 saude@garanhuns.pe.gov.br

Nilva Maria Mendes de Sá Nilva Maria Mendes de Sá, tem 62 anos, é natural do município de Parnamirim, no Sertão Pernambucano, mas já reside em Garanhuns há 35 anos. É graduada em Biologia pela Universidade de Pernambuco (UPE), e em Gestão Hospitalar, pela Universidade Norte do Paraná (Unopar). Atuou como secretária de Administração no município de Terra Nova, em Pernambuco. Na área de saúde, foi secretária de Saúde no município de Parnamirim, e por mais de duas décadas, também atuou como secretária de Saúde, no município de Lagoa do Ouro, no Agreste Meridional. Foi também diretora de Planejamento, e de Recursos Humanos da V Gerência Regional de Saúde (V Geres), além de ter sido vice-presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems-PE), onde exercia a função de diretora atualmente.

A Secretaria Municipal de Saúde caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, redução de danos e a manutenção da saúde com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte na situação de saúde e autonomia das pessoas e nos determinantes e condicionantes de saúde das coletividades. Planeja, desenvolve e executa a política sanitária do Município. Exerce as atividades de fiscalização e poder de polícia de vigilância sanitária. Coordena e acompanha o processo de municipalização do Sistema Único de Saúde.

ENDEREÇO: Centro Administrativo Av. Caruaru S/N – Heliópolis  CEP: 55295-380

Entre em contato: Telefone da Secretaria:  (87) 3761-2288 / 3762-0585  Telefone do NASG:  (87) 3761-8209

E-mails: saude@garanhuns.pe.gov.br

A Equipe de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família exige a conformação de uma equipe de trabalho que se relacione com os usuários e que participe da gestão dos serviços para dar respostas às demandas da população e ampliar o acesso às ações e serviços de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal, por meio de medidas de caráter coletivo, mediante o estabelecimento de um vínculo territorial.

    O processo de trabalho das Equipes de Saúde Bucal fundamenta-se nos princípios da universalidade, equidade, integralidade da atenção, trabalho em equipe e interdisciplinar, foco de atuação, centrado no território – família - comunidade, humanização da atenção, responsabilização e vínculo.

  • Ações das Equipes de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família:
  • Ações de promoção e proteção de Saúde;
  • Ações de recuperação;
  • Prevenção e controle de câncer bucal;
  • Incremento da resolução da urgência;
  • Inclusão de procedimentos mais complexos na Atenção Básica.
  • Centro de Especialidades Odontológicas.
  • Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), são estabelecimentos de saúde, participantes do Cadastro de Estabelecimentos de Saúde – CNES, classificados como Clínica Especializada, sendo preparada para oferecer à população os seguintes serviços:
  • Cirurgia oral menor;
  • Endodontia;
  • Periodontia;
  • Odontopediatria;
  • Pacientes Especiais;
  • Patologia;
  • Dentistica Especializada;
  • Prótese;
  • Raios – X

Os CEO são uma das frentes de atuação do Brasil Sorridente. O tratamento oferecido nos Centros de Especialidades Odontológicas é uma continuidade do trabalho realizado pelas equipes de Saúde Bucal.

Os profissionais da atenção básica são responsáveis pelo primeiro atendimento ao paciente e pelo encaminhamento aos centros especializados apenas casos mais complexos.

  • Programa Saúde na Escola:

A saúde bucal exercita no Programa Saúde na Escola índices epidemiológicos, bem como diagnósticos, conscientização, prevenção dos alunos inscritos neste programa, a fim de diminuir a doença cárie no nosso município.

  • Plano Nacional para Pessoas com Deficiência:

O viver sem limite destaca um conjunto de ações na atenção odontológicas às pessoas com deficiência, sendo sempre referenciado para o atendimento no CEO.

ATENÇÃO BÁSICA

A Atenção Básica É desenvolvida por meio do exercício de práticas de cuidado e gestão, democráticas e participativas, sob forma de trabalho em equipe, dirigidas a populações de territórios definidos, pelas quais assume a responsabilidade sanitária, considerando a dinamicidade existente no território em que vivem essas populações. Utiliza tecnologias de cuidado complexas e variadas que devem auxiliar no manejo das

demandas e necessidades de saúde de maior freqüência e relevância em seu território, observando critérios de risco, vulnerabilidade, resiliência e o imperativo ético de que toda demanda, necessidade de saúde ou sofrimento devem ser acolhidos. (BRASIL, 2011)

É desenvolvida próxima da vida das pessoas. Deve ser o contato preferencial dos usuários, a principal porta de entrada e centro de comunicação da Rede de Atenção à Saúde. Orienta-se pelos princípios da universalidade, da acessibilidade, do vínculo, da continuidade do cuidado, da integralidade da atenção, da responsabilização, da humanização, da equidade e da participação social, estruturada como primeiro ponto de atenção e principal porta de entrada do sistema, constituída de equipe multidisciplinar

que cobre toda a população. Neste sentido, a atenção básica deve cumprir algumas funções para contribuir com o funcionamento das Redes de Atenção à Saúde, são elas:

I -Ser base;

II - Ser resolutiva;

III - Coordenar o cuidado; e

IV - Ordenar as redes

Atende aos seguintes programas:

- Saúde da Mulher;

- Saúde da criança;

- Hipertensão e Diabetes (HIPERDIA);

- Saúde do Homem e do Idoso;

- Saúde do Adolescente;

- Saúde da População Negra;

- Tuberculose, Hanseníase e Tabagismo;

- Programa Saúde na Escola;

- Saúde Mental.

Educação Permanente

- coordenação, monitoramento, planejamento e execução de ações de educação permanente em saúde com os profissionais que atuam no serviço;

- organização e regulação dos campos de estágios para cursos de formação em saúde

(nível médio e superior);

- articulação com setores envolvidos para realização de atividades envolvendo educação em saúde;

- coordenação, monitoramento, planejamento e execuação de ações do Programa Saúde na Escola;

- monitoramento de indicadores de promoção e prevenção à saúde dos escolares participantes do Programa Saúde na Escola;

- participação efetiva nas reuniões da Comissão Integração Ensino-Serviço (CIES) da V GERES;

- articulação, co-planejamento e co-organização das atividades dos projetos de extensão com a Universidade de Pernambuco e Universidade Federal Rural de Pernambuco;

- regulação dos projetos de pesquisa e pesquisas no campo da Secretaria da Saúde (unidades de saúde da família, vigilância em saúde, setores administrativos, SAMU, entre outros);

- monitoria e coordenação dos enfemeiros do PROVAB (Programa de Valorização do

Profissional da Atenção Básica) - Saúde na Escola;

- participação efetiva no Grupo de Trabalho Inter setorial (GTI) Municipal do Programa Saúde na Escola.

Coordenação Municipal de Imunizações

- coordenação, monitoramento, planejamento e execução de ações de imunização no âmbito municipal;

 - organização e regulação da distribuição de imunobiológicos e isumos necessários à imunização na Rede de Atenção Básica do Município;

 - articulação com setores envolvidos para realização de campanhas de imunizações, de acordo com o calendário nacional de campanhas e/ou necessidades estaduais, regionais ou municipais;

 - coordenação, monitoramento dos indicadores de imunização, segundo calendário vacinal de rotina, conforme a faixa etária;

 - supervisão e estruturação das salas de vacina municipais;

Prefeitura Municipal de Garanhuns logo

Contate-nos

ouvidoria@garanhuns.pe.gov.br
Telefone: (87) 3762-7000

Av. Santo Antônio, 126 - Centro, Garanhuns - PE, 55293-904
Atendimento: Segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h30 às 13h30.