GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Notícias Secretaria de Saúde realiza entrega de repelentes nas unidades

Notícias

Secretaria de Saúde realiza entrega de repelentes nas unidades

A iniciativa faz parte do Programa de Prevenção e Proteção Individual de Gestantes em Situação de Vulnerabilidade Socioeconômica contra o Aedes aegypti por AQUILLES SOARES 24 de abril de 2017 O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, dá...

Publicado em

A iniciativa faz parte do Programa de Prevenção e Proteção Individual de Gestantes em Situação de Vulnerabilidade Socioeconômica contra o Aedes aegypti

por AQUILLES SOARES

24 de abril de 2017

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, dá continuidade ao trabalho realizado junto às gestantes e famílias que apresentam casos de microcefalia. Para isso, está sendo feita a entrega de diversos repelentes para as gestantes que são acompanhadas pelas equipes que integram as Unidades de Saúde da Família (USF’s) de  Garanhuns; com o intuito de reforçar a proteção contra o mosquito Aedes aegypti, em especial as mulheres grávidas pela associação do zika vírus com a doença. A iniciativa faz parte do Programa de Prevenção e Proteção Individual de Gestantes em Situação de Vulnerabilidade Socioeconômica contra o Aedes aegypti.

Ao todo, 1270 unidades de repelentes foram disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, e estão sendo entregues nas unidades de Saúde da Família para todas as gestantes que são beneficiadas pelo Programa Bolsa Família (PBF); para isso é necessário que a mesma esteja com o cartão do pré-natal atualizado e portando o cartão do Bolsa Família. As gestantes de 0 a 42 semanas, pode receber duas unidades por mês, que devem ser utilizadas três vezes ao dia, a cada oito horas, nos membros superiores e inferiores.

O objetivo da ação é evitar a incidência destes casos no município, assegurando uma maior tranquilidade durante os meses de gestação. “Tendo o conhecimento que muitas das gestantes cadastradas no bolsa família têm um baixo poder aquisitivo para comprar o repelente, as mesmas podem procurar a unidade pela qual são acompanhadas e através desta iniciativa evitar que tenhamos novos casos no município. Contudo é importante estar atento ao combate diário, que deve ser realizado em casa  pela população”, explicou o titular da pasta, Alfredo de Gois.

Além da prevenção por meio dos repelentes é importante também que a população atente para as medidas realiza ações de combate ao vetor, responsável pela transmissão da dengue, febre chikungunya, por meio da atuação dos agentes de endemias do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD-GUS). “Mesmo que os casos de microcefalia tenham diminuído a situação não deixa de ser emergencial, sendo assim, acompanhamos as ações de caráter preventivo que já vem ocorrendo e também estaremos ofertando gratuitamente esses repelentes”, complementou a supervisora de Programas e Projetos Sociais da Secretaria de Saúde, Laila Brasil.

Fotos cedidas pela Secretaria de Saúde

Redimensionar Fonte
Contraste