GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Secretaria de Saúde intensifica combate ao mosquito Aedes aegypti

Saúde

Secretaria de Saúde intensifica combate ao mosquito Aedes aegypti

  Ações intersetoriais estão sendo promovidas visando a prevenção e controle de arboviroses 19 de setembro de 2019 A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa Nacional de Combate à Dengue em Garanhuns (PNCD-GUS), e do setor de Vigilância...


 

Ações intersetoriais estão sendo promovidas visando a prevenção e controle de arboviroses

19 de setembro de 2019

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa Nacional de Combate à Dengue em Garanhuns (PNCD-GUS), e do setor de Vigilância em Saúde, tem intensificado as ações de prevenção e controle de arboviroses. Para isso, profissionais de diversos órgãos da municipalidade seguem atuando, em parceria com a pasta, com o intuito de promover medidas de combate nas comunidades, bairros e distritos de Garanhuns.

Nesta quinta-feira (19), o distrito de São Pedro, na área rural do município, recebeu o trabalho de mais de 30 agentes comunitários de endemias (ACE’s), que realizaram um mutirão de busca ativa de larvas do Aedes aegypti — transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus — além do tratamento focal nas casa da localidade. 

A aproximação do verão também provoca o aumento das temperaturas e chuvas constantes, tornando o período propício para proliferação do vetor. Desta forma, a população deve permanecer atenta às condições de armazenamento de caixas d’água, vasos, garrafas, entre outros reservatórios. “Os agentes fazem o trabalho deles, mas, se eu como cidadã não fizer minha parte. Acho que nossa comunidade tem que ter mais consciência, cada um fazendo sua parte”, afirmou a aposentada Maria Socorro Acioli, que é moradora do distrito.

Amanhã (20), a equipe da Secretaria de Saúde, vai realizar um novo mutirão, desta vez com foco na limpeza e coleta de reservatórios inutilizados, que possam servir como foco para reprodução do mosquito. “Mais de 90% dos focos se encontram nos domicílios. Por isso, a melhor forma de se evitar o mosquito é não criando condições viáveis para sua sobrevivência. Seguimos traçando estratégias de combate, mas o papel da população também é importante”, pontuou o coordenador do PNCD-GUS, Anilson Leite.

Outras ações de prevenção e controle seguirão sendo desenvolvidas no distrito e em outras localidades, buscando reduzir ao máximo os índices de infestação de larvas, e consequentemente, os casos de arboviroses no município.

Assessoria de Comunicação Social e Imprensa — (ACSI)

Texto e fotos: Aquilles Soares — (Secom/PMG)

Atendimento à imprensa: (87) 3762-0109

 

 

Redimensionar Fonte
Contraste