GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Saúde: Profissionais participam de curso para implementar práticas integrativas

Saúde

Saúde: Profissionais participam de curso para implementar práticas integrativas

Capacitação busca oferecer alternativas complementares no tratamento e cuidado com pacientes 01 de outubro de 2018 No intuito de implantar a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’S) do município, a equipe do...

Publicado em

Capacitação busca oferecer alternativas complementares no tratamento e cuidado com pacientes

01 de outubro de 2018

No intuito de implantar a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’S) do município, a equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e demais profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, estão participando de uma capacitação na Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga). A iniciativa acontece por meio do setor de Educação Permanente.

Ao todo, 20 profissionais de diversas áreas de atuação do Nasf, enfermeiros do município e residentes do Hospital Regional Dom Moura (HRDM) e do Programa com ênfase em Saúde da População do Campo, participam do curso ministrado pelo fisioterapeuta e acupunturista, Marcos Oliveira Filho; que teve início na última semana e segue até esta sexta-feira (05). A partir de então, os servidores já estarão aptos para desenvolver as práticas nas unidades em que atuam.

Entre as técnicas abordadas na capacitação está auriculoterapia, que promove a regulação psíquico-orgânica por meio de estímulos nos pontos energéticos localizados na orelha com sementes de mostarda, previamente preparadas para essa prática. “Essas são ações complementares que irão atender a população de todas as unidades, havendo antes o processo de escuta e acolhimento do paciente; para que possam ser implantadas as formas de tratamento”, explica a fisioterapeuta e coordenadora das Academias da Saúde no município, Danielle Pádua.

Histórico — No Brasil, a PNPIC foi implementada nacionalmente em 2006, dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). Porém, o debate sobre as práticas integrativas e complementares começou no final de década de 70, visando atender as demandas da população por uma nova cultura de saúde dentro das ofertas existentes de cuidado. Desta forma, teve início a busca e oferta de outros jeitos de praticar o cuidado e o autocuidado, considerando o bem-estar físico, mental e social, como fatores determinantes e condicionantes da saúde.

Texto: Aquilles Soares — (Secom/PMG)

Fotos: Camila Queiroz — (Secom/PMG)

Com informações da Secretaria Municipal de Saúde

Assessoria de Comunicação Social e Imprensa — (ACSI)

Atendimento à imprensa: (87) 3762-0109

 

Redimensionar Fonte
Contraste