GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde Profissionais de saúde participam de palestra sobre doenças raras

Saúde

Profissionais de saúde participam de palestra sobre doenças raras

Momento reuniu equipe das Unidades Básicas de Saúde para debater mucopolissacaridoses 17 de outubro de 2018 A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da coordenação dos setores de Atenção Básica e Educação Permanente, promoveu, nesta quarta-feira (17), uma palestra destinada...

Publicado em

Momento reuniu equipe das Unidades Básicas de Saúde para debater mucopolissacaridoses

17 de outubro de 2018

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da coordenação dos setores de Atenção Básica e Educação Permanente, promoveu, nesta quarta-feira (17), uma palestra destinada aos profissionais que integram as equipes das Unidades Básicas de Saúde (USB’s). O momento aconteceu no auditório da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga), durante o período da manhã e tarde, e tratou sobre as mucopolissacaridoses, com a palestrante Fernanda Rabêlo.

A palestra teve entre os objetivos promover a capacidade de detecção de sintomas para o diagnóstico precoce destas síndromes, nas quais o indivíduo nasce com uma informação genética errada, levando à falha de produção de enzimas importantes para determinadas reações químicas no organismo. O que ocasiona problemas na estrutura óssea, articulações, coração, olhos, ouvidos, sistema nervoso central e outros.

Participaram do encontro os agentes comunitários de saúde (ACS’s), médicos, profissionais de enfermagem, dentistas, profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), residentes, e alunos do internato do curso de medicina da Universidade de Pernambuco (UPE).

Também estiveram presentes na ocasião, o coordenador do Serviço de Referência em Doenças Raras, Fábio Marques e o presidente do Instituto Breno Bloise — que tem como missão promover assistência integral a pessoas com doenças raras, Junior Freitas. “O nosso trabalho é orientar, apoiar nos tratamentos, e encaminhar pacientes para outros profissionais. A gente precisa pensar em uma equipe multidisciplinar e que conversem entre si, para que o diagnóstico não passe despercebido”, afirmou Fábio.

Assessoria de Comunicação Social e Imprensa (ACSI)
Texto: Aquilles Soares — (Secom/PMG)
Com informações da SMS
Atendimento à imprensa: (87) 3762-0109

Redimensionar Fonte
Contraste