GovBR
Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé

Informamos que devido ao grande número de acessos aos serviços online da prefeitura, os mesmos poderão ficar instáveis ou indisponíveis.

Inicio Saúde ​Liberdade recebeu atividades da ação “Sexta sem Aedes”

Saúde

​Liberdade recebeu atividades da ação “Sexta sem Aedes”

Comunidade foi o primeiro local a receber as ações de conscientização em domicílios e espaços públicos por AQUILLES SOARES O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Saúde, deu início nesta sexta-feira (10), as atividades da ação “Sexta...

Publicado em

Comunidade foi o primeiro local a receber as ações de conscientização em domicílios e espaços públicos

por AQUILLES SOARES

O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Saúde, deu início nesta sexta-feira (10), as atividades da ação “Sexta sem Aedes”.  A iniciativa segue as recomendações da campanha “Um simples mosquito pode marcar uma vida – um simples gesto pode salvar”, lançada pelo Ministério da Saúde com o objetivo de conscientizar a população acerca das consequências da dengue, chikungunya e zika vírus. Em Garanhuns, a ação contou com a participação integrada dos agentes de endemias do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD-GUS) em parceria com a Atenção Básica e Vigilância em Saúde e também da Secretaria de Educação.

No primeiro dia de atividades, a equipe da Secretaria de Saúde atuou através de ações educativas na comunidade Liberdade, uma das localidades que apresentou uma alta porcentagem no último Levantamento de Índice Rápido de Infestação Predial do Aedes aegypti (LIRAa). Os agentes comunitários de saúde visitaram as casas da área realizando o tratamento de água dos reservatórios e depois seguiram até a Escola Estadual São Cristóvão, onde os alunos da unidade ouviram orientações acerca do controle de focos do mosquito.

A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Cilene Espinhara, relatou o sucesso das visitas, priorizando as abordagens em bairros e comunidades com maior índice de infestação. “Por meio destas atuações de maneira educativa, conseguimos abranger um grande número de pessoas nos espaços públicos. Precisamos nos conscientizar que o mosquito não pode ser mais forte do que um país inteiro e Garanhuns segue com este objetivo, dando sequência às atividades continuadamente”, declarou.

Além do trabalho desenvolvido na escola, os agentes de endemias, em parceria com uma equipe da Secretaria de Serviços Públicos e Obras, fizeram um trabalho de identificação e limpeza de áreas acumulativas de metralha e lixo no Cemitério São Cristóvão, que são criadouros em potencial para a larva do mosquito. Uma retroescavadeira e um caminhão caçamba foram disponibilizados para a retirada do material. Também foi feita a distribuição de peixes ornamentais da espécie Poecilia reticulata, conhecido como “guppy” ou “barrigudinho”, no tanque do cemitério e que atuam evitando a proliferação do agente transmissor.

Espera-se que por meio da ida aos domicílios, o número de infestação seja reduzido nos próximos levantamentos. A dona de casa Alba Valéria, 47 anos, residente da Rua Liberdade, já sofreu com as consequências causadas pela presença do mosquito. “Acho essencial essa ação para evitar novos casos dessas doenças. Minha filha já teve chikungunya e sentiu muitas dores. É necessário que os moradores estejam atentos para monitorar suas casas”, declarou. A próxima localidade que receberá a “Sexta sem Aedes” será o bairro Manoel Chéu, no dia 17 de fevereiro, na Escola Municipal Silvino Almeida.

Sexta sem Ades - Aquilles Soares - 10_02_17 (7)

Sexta sem Ades - Aquilles Soares - 10_02_17 (3)

Sexta sem Ades - Aquilles Soares - 10_02_17 (2)

 Fotos: Aquilles Soares – (Secom/PMG)
Data:13/02/2017
Atendimento à imprensa:
3762.0109

Redimensionar Fonte
Contraste